arte escrita

  • Culto

    O culto incute no inculto palavras e proibições. Curte o cérebro em promessas sem premissas, em pecados sem perdão. O culto encurta os vãos. Põe o porvir em curto-circuito, prostrado e mudo, miúdo no chão.

  • Amor, s.m. (lat. amore)

    Risquemos o amor dos dicionários; apaguemo-lo dos livros; extirpemo-lo dos discursos.   Qualquer definição de amor, por mais completa que seja, (ou pareça ser) petrifica congela empalha cadaveriza.   O amor não se dá aos rótulos. Não se curva às caixas lexicais. Não suporta os dois pontos ao seu lado direito.   Mas isso nunca […]

  • Afinal, gosto se discute?

    Para Immanuel Kant, sim. Tanto é que ele dedicou uma obra inteira para as questões do gosto, a “Crítica da Faculdade de Julgar”, publicada em 1790. Para o filósofo supracitado é possível discutir o gosto porque uma discussão é diferente de uma disputa. Filosoficamente, uma disputa é uma batalha de argumentos que exigem demonstrações, a […]

  • Reflexões e frases curtas

    Cansado de tanto profissionalismo. Da vida, quero ser amador.   Só quem despe a palavra penetra no útero da poesia.   Vida: punhado de casos acasalados pelo acaso.   Se seu mundo é do tamanho de um cômodo, com três passos você acredita que é rei.   Grito o amor pro meu coração não enrouquecer. […]

  • Despedida

    Senti o perfume da saudade nos teus olhos. Pressenti que não passaríamos de um passado desprovido de peso, nos teus beijos empoeirados, nos teus abraços em branco e preto.   No lençol, ato consumado, eu não era mais do que um retrato pálido, um fato avesso a argumentos.   Tu sabias que eu sabia. Mas […]

  • A criança é uma noite

    A criança é uma noite seca na veia da cidade. Com o vazio encostado na vitrine, derrama o futuro pelos olhos:   Terá ela um dia, em seu estômago, um pedacinho daquela padaria?